jusbrasil.com.br
21 de Outubro de 2017

Heritage Foundation - Índice da Liberdade Econômica 2015

Emmanuel Carlos, Advogado
Publicado por Emmanuel Carlos
há 3 anos

Pois é... Essa é boa para a quarta-feira de cinzas.

A Heritage Foundation publicou o índice de abertura das economias mundiais, estabelecendo um ranking das economias mais abertas, classificando-as graus: 1) livres; 2) com boa liberdade; 3) com liberdade moderada; 4) pouca liberdade, e 5) repressoras.

Encabeçando a lista, nas economias livres, temos cinco países:1º - Hong Kong; 2º - Singapura; 3º - Nova Zelândia; 4º - Austrália e 5º - Suíça.

O segundo pelotão, aquele que congrega os países onde há considerável nível de liberdade, vemos à testa o Canadá, 6º, seguido pelo Chile, 7º; e outros já conhecidos, como os Estados Unidos, 12º; Alemanha, 16º; Holanda, em 17º; e assim por diante.

Em "Moderada Liberdade" vemos a lista começar na posição 36, ocupada por Botsuana; na sequência, Peru em 47º; Ruanda, em 65º; Gana em 71º; Paraguai em 83º.

A coisa está ficando feia...

Pois é; a partir do número 91, temos os países com pouca liberdade, ou, como diz a lista "mostly unfree". O número 91 é a Suazilândia, seguida por velhos conhecidos como Uganda em 92º; depois, Mongólia em 96º; Costa do Marfim no número 103; Camboja no 110.

Pergunte! Se tiver coragem.

Ok... Um certo país, especialista em carnaval, aparece na posição de número 118... É isso mesmo: 118.

É certo que somos mais livres que o Mali, que ocupa a posição de número 119; e que a Nigéria, 120; mas perdemos, por exemplo, de Gâmbia (113) e do Líbado (94).

Bem... Na verdade, nessa corrida maldita - onde quanto maior o número maior também é falta de inteligência e de bom senso, correm adiante algumas figurinhas carimbadas: Bolívia (163), Argentina (169); Venezuela (176); Cuba (177) e Coreia do Norte (178); mas estamos tentando chegar lá... E vencer com galhardia.

Em resumo: é o país da loucura.

fonte - http://www.heritage.org/index/ranking

1 Comentário

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)